Fundo global busca reunir US$ 18 bi para vacina contra Covid-19

Pesquisadora do IATS Cristiana Toscano concede entrevista à Globo News

Imagem: reprodução do Portal G1.

Uma das principais preocupações da atualidade, a política de produção e distribuição das vacinas para imunização contra a Covid-19 foi debatida pela pesquisadora do IATS, Profa. Dra. Cristiana Toscano, no início desta semana, no Programa Globo News Debate.

“É isso que me tira o sono. A OMS, a Aliança Global para Vacinas e Imunização (Gavi) a Coalizão de Inovações em Preparação para Epidemias (Cepi) desenvolveram um fundo de capitalização para investimentos por parte dos países para produção de vacinas”, explicou.

Segundo ela, através desta iniciativa, o tempo de disponibilização das vacinas para as populações poderá ser encurtado. A pesquisadora pontuou, contudo, que se tratam de investimentos de risco e com perspectiva de resultados futuros. Que os investimentos ocorrem na passagem da fase 2 para a fase 3 dos ensaios e que a distribuição do fundo prevê a divisão de quotas para países com populações de média e baixa rendas.

Conforme Cristina, o fundo trabalha com a expectativa de capitalização de US$ 18 bi para produção de 2 bilhões de doses de vacinas para assegurar uma partilha global desta tecnologia. Ela confirmou que há grande preocupação, entre os pesquisadores e as pessoas envolvidas no enfrentamento da pandemia, de que o recurso não chegue a diversos países.

“Se a vacina chegar a uns países e a outros não, nós não vamos controlar de maneira satisfatória esta epidemia global. A gente está vivendo um cenário em que só prevenir a doença na sua população e reduzir a transmissão da infecção em um país não é o suficiente”, sustentou.

Comentários desativados