Análise dos aspectos clínicos, epidemiológicos e econômicos da Síndrome Respiratória Aguda Grave no Brasil e no Distrito Federal

Apresentação

O objetivo é descrever e analisar aspectos clínicos, epidemiológicos e econômicos da Síndrome Respiratória Aguda Grave no Brasil. O presente projeto utilizará como primeira abordagem metodológica um estudo descritivo dos casos de SRAG notificados no SINAN Influenza Web em território nacional, no período de 2014 a 2020. A fase inicial desta etapa consistirá na organização e avaliação da qualidade dos bancos de dados, análise descritiva que incluirá a dinâmica espaço-temporal, estimando as taxas de incidência, de mortalidade e de letalidade para o Brasil. Na segunda etapa será realizado um estudo de coorte analítico, dinâmico e não concorrente, com o objetivo de identificar fatores associados ao óbito por SRAG. Serão incluídos todos os casos que cumpram a definição de caso de SRAG estabelecida pelo Ministério da Saúde. A terceira abordagem do projeto consistirá em uma avaliação econômica parcial do tipo custo de doença, baseada em dados de notificação de casos SRAG no Brasil, onde serão estimados custos diretos e indiretos.

Status: Em Andamento
Início: Janeiro/2020

Conclusão Prevista: Setembro/2021
Eixo temático: Doenças Infecciosas e Tropicais

Eixo metodológico: Pesquisas Epidemiológicas
Análises Econômicas
Fonte de fomento:
CNPq
Instituições coordenadoras:
Universidade de Brasília – Núcleo de Medicina Tropical
Fundação Oswaldo Cruz – Brasília

Instituições participantes:
Ministério da Saúde
Coordenação: 
Henry Maia Peixoto (Universidade de Brasília e IATS)
Erica Tatiane da Silva (Fiocruz – Brasília)

Equipe:
Felipe Cotrim de Carvalho (UnB)
João Pedro Vieira Jardim (UnB)

Em Andamento