Uso de tecnologias digitais para possibilitar o maior evento inclusivo sobre evidências clínicas na Covid-19 no mundo

Apresentação

A Covid-19 tornou-se uma emergência de saúde pública internacional relevante desde a descoberta do novo coronavírus (SARS-CoV-2) (Organização Mundial de Saúde, 2020). A rápida propagação do SARS-CoV-2 elencou a corrida pelo desenvolvimento de terapias eficazes exigindo esforços científicos de pesquisadores de todo o mundo (Candido et al., 2020; Glasziou et al., 2020).

Acompanhando a rápida propagação da doença, a publicação científica em massa trouxe consigo reflexões sobre a qualidade e redundância das evidências, que rapidamente se tornaram públicas (Bagdasarian et al., 2020; Dotto et al., 2021). Como consequência deste cenário de publicações amplas e não fidedignas, os profissionais da saúde enfrentam diariamente a dificuldade de se atualizar.

Dada a urgência de divulgar estudos clínicos confiáveis sobre a Covid-19 em tempos de pandemia através de um evento baseado em evidências, o objetivo deste projeto é descrever a experiência da organização do I Congresso Brasileiro de Evidências Clínicas em Covid-19 contemplando o acesso remoto e gratuíto deste evento científico que foi realizado sem financiamento próprio.

Status: Em andamento
Início: Maio/2021

Conclusão prevista: Dezembro/2021
Eixo temático:
Doenças Infecciosas e Tropicais
Vacinas e Imunopreviníveis
Serviços de Saúde e Políticas Públicas

Eixo metodológico:
Pesquisas Epidemiológicas
Instituição coordenadora:
UFMG

Instituição participante:
IATS
Fonte de fomento:
Projeto 465518/2014-1 (INCT para Avaliação de Tecnologias em Saúde – IATS), Capes (Processo 88887.621583/2021-00)
Coordenação: 
Milena Soriano Marcolino (UFMG)

Integrantes:
Nathalia Sernizon Guimarães (UFMG)
Daniela Nunes Pereira (UFMG)
Virgínia Mara Reis Gomes (UFMG)
Thaís Lorenna Souza Sales (UFSJ)

Em Andamento